Cólicas do bebê: Você sabe o que fazer?

Especialista explica como diminuir um dos problemas mais comuns do primeiro trimestre de vida da criança




A cólica é algo muito comum no universo dos bebês, mas ainda é um fator que preocupa as mães, 
principalmente as de primeira viagem, que veem o filho chorando e, em meio tantas dicas e 
superstições, não sabem exatamente o que fazer para ajudar.


A médica Priscilla Pereira, pediatra chefe da clínica Doktor's, explica que o primeiro passo é entender o que é 
a cólica. "Ela é uma condição normal e transitória. É causada por um espasmo ou contração intestinal benigna 
e a tendência é que diminua gradualmente após os três meses de vida do bebê", esclarece.

Segundo a doutora, na maioria das vezes é simples identificar o problema. Os sintomas mais comuns são 
choros prolongados e frequentes, contração das pernas, expulsão de gazes e irritabilidade. "As mães que 
amamentam podem diminuir a incidência ao adotar uma dieta saudável, rica em frutas e legumes, e também  
consumir pelo menos dois litros de água por dia", ensina.

"Tão importante quanto manter o equilíbrio na alimentação, é evitar bebidas alcoólicas, refrigerantes e cafeína", 
ressalta Priscilla, complementando que carne de porco e alimentos que contenham leite de vaca e açúcar também 
devem ser evitados por mulheres que dão o leite materno ao filho.

A médica separou outras dicas que podem atenuar as dores do bebê, mas reforça que a visita mensal ao pediatra
é imprescindível para a saúde da criança. Confira:

● Dar banho morno
● Colocar fralda aquecida ou bolsa térmica no abdome do bebê
● Deitá-lo de bruços
● Fazer massagem no abdome e exercícios com as perninhas
 Fazer arrotar após mamadas
● Colocar o abdome do bebê em contato com o dos pais

Fonte: Doktor’s ( http://www.doktors.com.br/ )

Recebi essa pauta por e-mail e quis muito compartilhar com vocês, pois a Luiza teve muita cólica nos primeiros 
meses e eu ficava desesperada. Espero que gostem e caso tenham alguma outra dica que tenha dado certo com seu
bebê compartilhe com a gente!

Beijos da Loh!


0 comentários:

Postar um comentário