Semana Mundial da Amamentação. Você sabe como funciona a relactação?

Agosto Dourado, é a nova cor que representa o mês dedicado a discutir e incentivar o aleitamento materno. Temos visto muitas mídias falando sobre isso. Mas o que pouco se fala é sobre a relactação. Eu já falei aqui no blog antes que eu não consegui amamentar e acredito que um dos motivos que eu não consegui foi a falta de conhecimento sobre a relactação.

Quando descobrimos que estamos grávidas sonhamos com o momento de poder amamentar nosso bebê. Nunca estamos preparadas para não conseguir amamentar e quando isso acontece ficamos muito abaladas. Pensando em tudo que passei, hoje procuro sempre levar informações sobre esse tema. Pois pouco se fala nisso.

É possível sim seu leite secar e você conseguir voltar a produzir leite e amamentar seu bebê.

A primeira coisa que você deve fazer é manter a calma, pois sem dúvida hoje eu falo com toda certeza que manter a cabeça no lugar e não se desesperar é fundamental. O meu desespero e a frustração que sentia, deixou meu psicológico abalado e isso me prejudicou muito. Portanto minha amiga. Mantenha a calma que tudo vai dar certo! E não se esqueça de procurar seu médico e o médico do bebê, eles vão orientá-la sobre como devera conduzir a relactação da melhor maneira.

O que é relactação?

A relactação é uma técnica que consiste em colocar o bebê no peito para mamar com a ajuda de uma sonda nos casos em que as mães não têm leite ou produzem em pouca quantidade ou quando o bebê é prematuro e necessita de complementar a amamentação com leite artificial.

Além disso, a relactação também pode ser feita em bebês que pararam de mamar no peito há muito tempo e nos casos de mães adotivas porque a sucção do bebê ao mamar estimula a produção de leite. 

Como funciona?

Para usar a técnica existem duas opções: 

*Os kits prontos que contam com um copinho universal com tampa, disco de vedação e tubos extensores descartáveis (sondas com vários tamanhos).

 * E também a versão artesanal, que pode ser feita em casa com uma sonda nasogástrica pediátrica de tamanho indicada pelo profissional que está acompanhando a mãe, esparadrapo micropore, mamadeira, seringa ou copinho. 

Para iniciar a amamentação é preciso preparar o leite que será oferecido para o bebê (que pode ser fórmula ou o próprio leite materno) e encaixar uma ponta da sonda na saída da mamadeira ou seringa e a outra colocada sobre o bico do seio. A posição deve ser confortável para a mãe e para o bebê. Sutiãs próprios de amamentação podem ajudar com o apoio e é importante que a criança faça a pega correta, pois a sucção do leite da sonda junto ao seio irá estimular a produção do leite materno!

A relactação funciona, no entanto, este processo não é imediato, pois é necessário no mínimo duas semanas para que a produção de leite aumente. É também fundamental que durante a relactação a mãe não dê a mamadeira ao bebê e que, à medida que vai produzindo leite, vá restringindo o leite pela sonda.

 Espero que tenham gostado dessa dica! Compartilhe, pois existem muitas pessoas que não conhecem essa técnica.


Beijos da Loh!

 

0 comentários:

Postar um comentário